Audiência Pública AESSUL

por qua — última modificação 18/10/2017 14h28
Audiência Pública AESSUL

Audiência Pública AESSUL

Comunicado Oficial A Comissão Mista Pró-Melhoramento da Energia Elétrica em Barra do Quaraí comunica a comunidade barrense que recebeu o Relatório da AES Sul informando que na realização do mutirão da Empresa no município, nos dias 11, 12 e 13 de março deste ano, a demanda de atendimentos foi de 22 clientes, sendo que 9 também reclamaram do nível de tensão. A Empresa informou que esses pedidos novos tramitarão dentro do rocedimento normal, inclusive os 18 casos que foram indeferidos nos últimos 12 meses serão reanalisados e num prazo de 30 dias os clientes serão contatados para receber um retorno da empresa. Quanto às reclamações de nível de tensão, a AES Sul se compromete a realizar medições em todos os endereços inclusive daqueles clientes que comentaram o problema na Audiência Pública. Para os casos em que for identificado que a tensão esteja fora da faixa adequada, será feito obra de melhoria para adequação. A AES Sul se compromete que ao final de 30 dias deste mutirão apresentará um novo relatório com os resultados de todas as análises. A Comissão está dando publicidade a este relatório através dos meios de comunicação local. Também, solicitamos a todos os usuários que tiveram problemas (perdas/queima) de aparelhos, procurem os membros da Comissão na Câmara de Vereadores ou na Global Informática (galeria do Barra Hotel). MEMBROS DA COMISSÃO: Vereadores Fernando Alonso e Carlinhos Canjiquinha (LEGISLATIVO MUNICIPAL); Secretário Richard de Souza (EXECUTIVO MUNICIPAL); Luiz Frecero (REPRESENTA O COMÉRCIO); Fernando Balbuena (FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS MUNICIPAIS); Argemiro Rocha (SOCIEDADE CIVIL); Arlindo Simionatto (RERESENTA OS USUÁRIOS).

24 de fevereiro de 2014 - As contínuas interrupções de energia elétrica atingem toda a cidade, provocam prejuízos no comércio, nos lares e nas lavouras. Os representantes da AESSUL não souberam dizer quais as causas da baixa tensão e das quedas de energia. A AUDIÊNCIA PÚBLICA sobre os problemas de energia elétrica na Barra do Quaraí, envolvendo a empresa AESSUL aconteceu no dia 24 de fevereiro de 2014, Os proponentes foram os vereadores Carlinhos Canjiquinha (PT) e Fernando Alonso (PT).

O Presidente da Câmara, Valdemar Alves (PT) abriu a sessão referindo as dificuldades que a cidade enfrenta no período de verão com a baixa tensão que impossibilita sequer o funcionamento dos aparelhos de ar condicionado.

O Prefeito Municipal, Iad Choli, nas suas palavras de abertura, sugeriu que a rede fosse independente daquela que alimenta os motores das granjas.

A comunidade compareceu para expressar seu descontentamento com serviço de fornecimento de energia elétrica que tem ocasionado a queima de equipamentos sem a devida indenização.



Fernando Pigatto, Assessor do Deputado Valdeci Oliveira (PT) da Comissão de Assuntos Municipais da Assembléia Legislativa-RS ressaltou que os casos de interrupções de energia elétrica, baixa tensão permanente e falta de indenização a equipamentos queimados não são pontuais na Barra do Quaraí. É um problema que atinge toda a população. Falou também que foi instalada uma CPI na Assembléia Legislativa para verificar a falta de investimentos da AESSUL.

Álvaro André Saldanha de Souza, Técnico Superior de Gerência de Energia comentou que a AESSUL deve buscar formas mais eficiente do que o 0800 para a população da Barra do Quaraí comunicar seus problemas e reclamações relacionados à energia elétrica. A falta de contato entre usuário e empresa é altamente prejudicial para ambos.



Como Presidente Estadual do PROCON, Cristiano Aquino ressaltou a necessidade da concessionária de energia elétrica apresentar soluções efetivas ao problema da cidade, uma vez que a população paga por um serviço que não está sendo oferecido adequadamente. O Procon estará acompanhando todos os casos na cidade.

Ver. Carlinhos Canjiquinha reforçou a sugestão de moradores para que seja constituida uma Comissão composta por integrantes do Executivo, Legislativo e sociedade civil organizada com o objetivo de fiscalizar o fornecimento de energia elétrica na cidade e os problemas daí decorrentes.

O vereador Fernando Alonso agradece a participação da comunidade, do PROCON e da AGERGS e relaciona uma série de atividades que devem ser cumpridas para viabilizar melhorias no atendimento da AESSUL aos casos de moradores que foram prejudicados.